quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Ameixa, laxante e diurética

rainha cláudia
Seu nome científico é Prunus domestica e pertence à família das Rosaceas. Existem mais de 200 variedades de ameixa, mas a rainha delas, pelo seu sabor e qualidade é a espécie chamada Claudia. O nome foi dado em homenagem à rainha Cláudia, que foi a primeira esposa do rei Francisco I da França.  Suas origens remontam ao  Cáucaso, especificamente  Armênia e Pérsia, tendo seu cultivo na antiguidade atingido as terras do baixo Danúbio e da Síria.

ameixa
Ela é laxante, diurética e depurativa. É pobre em proteínas e rica em gorduras e em vitaminas A, B1, B2 e C, sendo enriquecida por sais minerais como cálcio, fósforo, ferro e potássio. Além de laxante, que é sua propriedade mais destacada, a ameixa também é hipoglicemiante, ou seja, faz baixar o nível de gordura no sangue. Seu consumo habitual, tanto frescas quanto secas, é hábito preventivo muito recomedável para todos que correm maior risco de sofrer câncer de cólon, quer por causas genéticas (poliposes intestinais) quer sejam adquiridas por conta de alimentação pobre em fibras vegetal, prisão de ventre crônica ou diverticulite do cólon.
A ameixeira adapta-se a quase todos os tipos de solo, mas prefere os férteis e permeáveis. Época de plantio: julho-agosto; em recipientes: em qualquer época, de preferência na estação das águas. 

Fonte: Revista Vida &  Saúde; cantoverde.org

2 comentários:

  1. Existe também o floral da ameixa.Já escrevi um post sobre ele.

    ResponderExcluir
  2. Olá Jaqueline. Grata pela visita. Estou seguindo teu blog.
    abraços

    ResponderExcluir